Veja projetos que apoiam negócios criativos, sociais e do setor da saúde

Por Filipe Oliveira

A incubadora de negócios da ESPM de São Paulo está com processo seletivo para start-ups de fora da faculdade. Duas de suas vagas são reservadas para negócios de impacto social.

Outra programa de apoio ao empreendedorismo no mercado é dirigido a quem tem projetos inovadores na área da saúde. O Prêmio Empreenda Saúde, da consultoria Everis, vai dar R$ 50 mil e apoio especializado para uma start-up brasileira..

Veja essa e outras dicas para novas empresas e empreendedores aqui.

NOVOS PROJETOS

A incubadora da ESPM, criada em 2010 para apoiar com espaço, consultoria e rede de contatos empresas criadas por alunos e ex-alunos da faculdade, está com processo seletivo aberto para projetos externos da cidade de São Paulo.

Ela oferece um período de hospedagem de seis meses, podendo ser renovado por mais dois semestres.

Estão disponíveis dois editais e cada um deles selecionará até duas empresas. O primeiro é dedicado a companhias localizadas em um raio de até 5 quilômetros da faculdade e o segundo a negócios de impacto social da capital paulista.

A inscrição deve ser feita até 9 de setembro presencialmente, na própria incubadora (rua Domingos de Moraes, 1.414, na Vila Mariana).

Os editais podem ser encontrados no link: http://www2.espm.br/espm/departamentos/incubadora-de-negocios-sp

SAÚDE

A consultoria multinacional everis está com inscrições abertas para a 2ª edição do Prêmio Empreenda Saúde, que dará R$ 50 mil em barras de ouro e ajuda especializada para o projeto vencedor.

A iniciativa destaca empreendedores que tragam inovações em práticas, processos, tecnologias e métodos de gestão na saúde.

Essas inovações podem ser aplicadas em três áreas: assistência integral à saúde; eficiência em produtos e processos assistenciais; e mecanismos de integração educacional e saúde.

As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 29 de agosto, pelo site www.premioempreendasaude.com.br.

Os projetos serão avaliados levando em conta critérios como relevância do problema, inovação e nível de contribuição para melhoria do sistema de saúde.

Os cinco projetos finalistas serão convidados para apresentação presencial ao corpo de jurados no dia 31 de outubro. O anúncio da proposta vencedora ocorrerá em evento aberto, realizado no dia 17 de novembro.

Na edição 2015, o Prêmio Empreenda Saúde recebeu a inscrição de 94 projetos de todo o Brasil.

CURSO

O curso livre de protagonismo criativo da escola Polifonia está com inscrições abertas para seu processo seletivo até o dia 5 de agosto.

O curso, com duas aulas semanais à noite e uma mensal aos sábados, acontecerá durante quatro meses em São Paulo.

Ele promete ser baseado em experiências e imersões. Será dividido em três módulos: desenvolvimento do potencial de Protagonismo, orquestração de times criativos e design de empreendimento.

A escola afirma buscar formar turmas com perfis diversos, incluindo empreendedores, mobilizadores sociais, executivos, representantes do poder público e terceiro setor, profissionais autônomos e líderes comunitários.

As inscrições podem ser feitas pelo site www.polifonia.com.br.

O custo para a realização do curso varia entre R$ 7.600 (empreendedores sociais) e R$ 11.600.

A escola informa que Os diferentes valores levam em conta o perfil do candidato combinado aos critérios de composição de diversidade da turma. Dessa forma, a escola consegue subsidiar bolsas parciais para pessoas que possuem projetos de alto impacto, mas que não têm recursos para participar do programa.

ECONOMIA CRIATIVA

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo irá premiar com R$ 21 mil 10 projetos de economia criativa.

O edital, parte do ProAC (Programa de Ação Cultural) busca iniciativas de moda, gastronomia, artesanato, cultura digital e novas mídias

Metade dos projetos contemplados virá do interior, litoral e Grande São Paulo.

As inscrições vão até o dia 29 de agosto. Mais informações podem ser encontradas no site da secretaria: http://www.cultura.sp.gov.br.