Novo portal indica aplicativos baratos e fáceis de usar para empresário sem tempo

Por Filipe Oliveira

Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil e pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) indica que quase metade dos jovens empresários do varejo (49,7%) não adotam inovação em seus negócios.

O motivo mais citado pelos que não inovam foi a falta de tempo, apontada  por 34,0% deles.

Foram entrevistados, por telefone e pessoalmente, 788 empresários com idade entre 18 e 34 anos. Os dados completos do estudo serão divulgados nesta quarta-feira (17).

Levando em conta esse contexto e com o objetivo de aumentar o uso de novas ferramentas por este público, a CDL Jovem (braço da CNDL dedicado ao empreendedorismo) lança nesta semana o portal Inova Varejo, que lista as 50 melhores ferramentas para esses empreendedores.

Os critérios para a escolha foram baixo custo, potencial de geração de negócios e facilidade de uso.

A lista está disponível em http://inovavarejo.org.br.

Nela, aparecem serviços como softwares de gestão Nibo), de armazenamento e envio de arquivos (Dropbox e One Drive), aplicativos de atendimento (Me atende) e de divulgação (Guiato).

Eles estão distribuídos nas categorias Administração, Atração, Exposição, Retenção de Clientes e Vendas e Pagamentos.

Para chegar aos serviços indicados, foram avaliados 300 ferramentas.

PREFERÊNCIAS

no dia a dia das empresas, as tecnologias mais usadas são as de comunicação, como redes sociais (83,3%) e programas de mensagens instantâneas (79,9%), indicou o estudo da CNDL.

Por outro lado, muitas ferramentas úteis ainda são utilizadas por menos da metade desses empreendedores.

Programas para venda e geolocalização são usados por 29,3%) desses empresários. Já programas de armazenamento na nuvem e de partilha de arquivos estão no cotidiano de 45,4% deles.