Ministério da Ciência e Tecnologia reativa programa que oferece R$ 200 mil a start-ups

Por Filipe Oliveira

O Ministério da Ciência e Tecnologia vai reativar o programa Start-up Brasil, que apoiou empresas iniciantes entre 2013 e 2015.

Serão destinados R$ 9,7 milhões a iniciativa, que apoiará 50 projetos em 2017 e 2018 com R$ 200 mil para cada um.

Os recursos devem ser usados para a contratação de pesquisadores bolsistas do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Serão aceitas companhias formadas há até quatro anos e que desenvolvam ou utilizem ferramentas de software, hardware ou serviços de tecnologia da informação como parte da solução, produto ou serviço proposto.

As inscrições vão até o dia 25 de setembro. A chamada pública pode ser encontrada no site do CNPQ.

A pasta deve divulgar as start-ups selecionadas no dia 16 de novembro.

Criado em 2012, o programa realizou ciclos de aceleração de 2013 a 2015. No período, apoiou 183 startups, distribuídas em quatro turmas. Participaram empresas de 17 Estados e 13 países.

O programa acontece em parceria com aceleradoras credenciadas —cada start-up deve se associar a uma delas após ser aprovada no programa.

Mais informações também podem ser encontradas na página oficial do programa, aqui.

LEITOR

saiba mais sobre start-ups na página do blog no Facebook.