Arquivo - Categoria: Histórias de empreendedorismo

Empresário aprende a consertar celulares no YouTube e cria rede Hospital do iPhone

Depois de aprender a consertar celulares assistindo vídeos na internet, o empresário André Reis, 28, começou uma rede de lojas especializada em ajustar aparelhos da Apple. Chamada Hospital do iPhone, a loja busca imitar um centro médico inclusive na linguagem. A empresa não troca telas, faz “cirurgias faciais”. Não arruma baterias, faz cirurgia cardíaca. Os(…)

Novo rival do Uber, aplicativo de transporte Yet Go aposta em cidades pequenas e médias

Enquanto Uber, 99, Easy e Cabify duelam  para ver quem fica com a liderança no mercado de transporte de aplicativos na cidade de São Paulo, a brasileira Yet Go decidiu chegar a capital paulista apenas depois de encontrar seu espaço avançando pelas beiradas. Evitando as praças mais concorridas, a empresa, aberta em novembro do ano(…)

Brasileiro vai ao Vaticano apresentar iniciativas para fortalecer projetos sociais

Depois de construir com o irmão uma rede de clínicas odontológicas, O empreendedor pernambucano Fábio Silva, 39, deixou para trás sua carreira de empresário e passou a se dedicar ao fomento do trabalho voluntário e da profissionalização das ONGs. A vocação para o empreendedorismo social foi descoberta durante mestrado em teologia e posta em prática(…)

Brasileiras dão volta ao mundo em busca de histórias de mulheres empreendedoras

  Duas brasileiras estão dando a volta ao mundo em busca de histórias inspiradoras de mulheres que estão à frente de negócios. Idealizadoras da iniciativa “The Girls on the Road” (garotas na estrada), Taciana Mello, 47, e Fernanda Moura, 42, deixaram carreiras executivas em grandes consultorias internacionais e agora estão no meio de jornada que(…)

Empreendedoras trocam carreira em multinacional por marcenaria

Fernanda Amaral, 32, sócia da marcenaria e tapeçaria Lumberjirlls, atuava como gerente comercial de uma multinacional da área de locação de escritórios. Ela diz que gostava de seu trabalho, mas ficava descontente com certas inflexibilidades, como ter de cumprir sempre os mesmos horários, não poder tomar determinadas decisões. Começar seu negócio, porém, envolveu aprender uma(…)

Deficit de atenção leva empresária a desenvolver método de aprendizado e negócio de educação

Estudar para prestar vestibular pela primeira vez aos 36 anos não foi tarefa fácil para Gladys Mariotto, 54, fundadora da empresa Já Entendi, que desenvolve cursos on-line para empresas. Ler apostilas e tentar memorizar seu conteúdo não era o suficiente. O que era aprendido em um dia era esquecido no seguinte, conta. Intuitivamente, Mariotto buscou(…)