Investimento de pessoas físicas em startups cresce 16% em 2017 e se aproxima de R$ 1 bilhão

Cássio Spina, presidente da organização Anjos do Brasil (divulgação)

O investimento-anjo, feito por pessoas físicas em startups, cresceu foi responsável por levar R$ 984 milhões às companhias novatas de tecnologia brasileiras. O dado, que aponta um avanço de 16% ano ano, foi divulgado nesta quarta (22) pela Anjos do Brasil, organização sem fins lucrativos que reúne esses investidores. Em 2016, o o crescimento foi […]

Leia Mais

Investimento em start-ups aumenta arrecadação de impostos, diz estudo

Estudo realizado pela consultoria Grant Thornton, em parceria com a Anjos do Brasil (associação que apoia o investimento-anjo em empresas iniciantes no Brasil) indica que a redução de impostos sobre injeções de capital em start-ups pode gerar aumento de arrecadação para o governo. Segundo a análise, para cada R$ 1 investido, são gerados pelo menos […]

Leia Mais

Receita define regras para tributação do investimento-anjo em start-ups

A Receita Federal publicou nesta sexta-feira (21) normas para a tributação de investimento em micro e pequenas empresas, realizados por pessoas físicas (conhecidos no mercado como investidores-anjo). As regras incluem uma tabela para ganhos do investidor quando ele vende suas ações na empresa (em geral, objetivo principal de quem faz esse tipo de operação). Eles […]

Leia Mais

Investimento-anjo no Brasil avança 9% em 2016, mas ritmo de crescimento diminui

O investimento-anjo feito no Brasil cresceu 9% no ano passado e chegou a um total de R$ 851 milhões. Apesar do avanço, houve uma desaceleração no nível de crescimento dessa modalidade de investimento, feito por pessoas físicas em companhias inovadoras em estágio inicial. Em 2015, o crescimento havia sido de 11%. Os dados são de […]

Leia Mais

Nova lei diminui riscos para investidor-anjo em caso de fracasso de start-up

O investimento-anjo, feito em micro e pequenas empresas inovadoras em estágio inicial e com potencial de crescimento, ganhou novas regras que satisfizeram demandas do setor por mais proteção na hora de apostar em novatas. A partir de agora, pessoas físicas e jurídicas podem fazer aportes nessas start-ups sem serem consideradas sócias delas. Dessa forma, não […]

Leia Mais